24 de set de 2010

Lula vem de tesoura

A TV Lula contratou por R$ 6 milhões a empresa onde atua um filho de Franklin Martins. Tecnet, que tem Cláudio Martins como funcionário, venceu licitação decidida às pressas, no final do ano, para a qual não havia recursos. Franklin Martins é o Homem da Tesoura, aquele que move montanhas para dar aparência de lei às decisões tomadas pelo grupelho que realiza os encontros do Conselho Nacional de Comunicação. Franklin hoje já tem traços bem delineados de uma nova Erenice Guerra. Essa banda larga, conhecida como Famiglia Martins trata a volta da censura prévia pelo nome de "controle social da informação".


Lula da Silva chama a censura disso, daquilo e de outras coisas como, por exemplo, pelo apelido de "marco regulatório de telecomunicações". Lula é mesmo uma ameaça.

Ontem, entrando pelo portal Terra adentro, ele voltou a atacar a imprensa. Mas, desaforo é o de menos. O perigo é o garrote que vem por aí. Para o mestre Lula, "muitas vezes uma crítica que você recebe é tida como democrática e uma crítica que você faz é tida como antidemocrática".

E explicou sem justiticar: "Ou seja, é como se determinados setores da imprensa estivessem acima de Deus e ninguém pudesse ser criticado." Besteira, se há alguém acima de Deus no Brasil, seu nome é Lula. Pelo menos ninguém tem tanta igrejinha no bolso quanto ele. Chegam a saltar pelas gavetas.

Agora vejam a ameaça de ontem do Presideus: "Independentemente de quem seja o futuro presidente, um novo marco regulatório de telecomunicações precisa ser discutido".

Com o "marco regulatório" o governo nem vai precisar de fotógrafo. O próprio presidente da República, pode tirar "retrato" do seu porta-voz. (Foto: R. Stuckert/PR)

Mas Lua ainda distorce tudo: "As pessoas, em vez de ficarem contra, deveriam participar, ajudar a construir, porque será inexorável". E ainda meteu mais lenha na fogueira de sua imbatível vaidade: "Discutir isso é uma necessidade da nação brasileira. Uma necessidade dos empresários, dos especialistas, dos jornalistas, ou seja, de todo o mundo, para ver se a gente se coloca de acordo com o que nós queremos de telecomunicações para o futuro do País."

Como assim, "nós queremos de telecomunicações para o futuro do País"? Nós quem, além de Lula, Dilma, Zé Dirceu, Franklin Martins e sua corriola amestrada?

Faz o seguinte: rasga a Constituição e queima o Código Penal brasileiro que já regulamenta todo e qualquer abuso da liberdade de expressão. Está tudo ali, onde se trata de injúria, calúnia e difamação. Nem precisa rasgar a Constituição, basta meter a tesoura da nova dona Solange no Código Penal. Esse cara parece que bebe e dirige... Depois não sabe por quê tem azia.