31 de mai de 2010

De Challenge Bibendum a Dentista

Fotos: Ricardo Stuckert/PR
Lula participa da abertura da 10ª Edição Michelin Challenge Bibendum no Brasil. Lula dá a nitida impressão de que alguém andou Bibendum por lá. A propósito, o boneco é o de branco. 

Lula, no recinto de mais uma UPA! é flagrado em pleno treinamento de exercício ilegal de profissão. Banca o dentista para cima de Sérgio Cabral. Frustrou as expectativas: todos esperavam que ele costurasse a boca do governador carioca.

Abordagem em Legítima Defesa

Foto: dilmadopt.blogspot.com
Forças estranhas israelenses acham que, disfarçados de office boys de alimentos - sabe-se lá até se não se trata de pizzas - forças humanitárias querem transformar a Faixa de Gaza no grande armazém da casa da sogra. Aí entraram no navio fantasma atirando contra os mensageiros "em legítima defesa" - não se sabe bem do quê.

Em seguida, o porta-retrato do governo Lula para águas internacionais, o Sargento Garcia, garantiu que não demora nada vai acabar prendendo o Zorro. Uma vez mais ele se adianta e interpreta o sentimento que o apóstolo Amorim, do Itaramarty, gostaria de externar. No fundo, no fundo ele deve achar que o ataque é apenas mais uma herança do governo FHC.

Eleições na Colômbia: Lula e Chávez levam banho de votos

O banho de votos que Juan Manuel Santos, ex-ministro da Defesa da Colômbia, deu em Lula e Hugo Chávez, não é nada diante do monte de lixo em que transformou os institutos de pesquisa colombianos.


Os similares de sensus, ibopes, voxpopulis de lá, davam empate técnico entre os dois candidatos, sem qualquer vantagem para o poste iluminado pelo presidente Uribe diante de Antanas Mocklus. Santos meteu uma goleada de 46% a 21% em Mocklus, Correia, Lula e Chávez e mesmo assim vai para o segundo turno.

Depois da lição que veio de La Paz, quando Michelle Bachelet não conseguiu transferir prestígio nem voto e perdeu a faixa presidencial para um conservador, agora Bogotá manda outro recado para Lula: pesquisa não ganha eleição. Muito menos quando sob encomenda e do jeito que são feitas por aqui.

30 de mai de 2010

Enxeridos no Contexto

Zé Serra voltou a dizer que a Bolívia é cúmplice no tráfico de cocaína que vem de lá e invade o Brasil e os brasileiros. Vai continuar levando paulada de Evo Morales e o pior: do governo brasileiro. O presideus Lula e seus apóstolos não tem nada a ver com isso. Mas são enxeridos no contexto

Zé Serra é só um ex-governador que está candidato ao Palácio do Planalto. Se merece contestação de algum outro lado que não seja o cutucado governo do cocaleiro Morales, ela seria compreensível se viesse de Dilma e de Marina Verde, suas concorrentes nessa corrida que só vai terminar em outubro.

Compreensível, mas não aceitável. Afinal, até a PF desaparelhada para cuidar das fronteiras como deve também sabe que 90% da cocaína e do crack que tem reduzido o Brasil a pó, vem da Bolívia.

Zé Serra nunca disse que o governo do Brasil é cúmplice desse crime hediondo que vem acabando com a nossa sociedade desavisada e desprotegida. Então, o que é mesmo que o governo Lula tem que se meter nessa conversa?!? Deve ser o efeito Teerã, onde Lula também meteu o nariz sem ser chamado. O bedelho subiu pra cabeça.


O governo Lula não moveu uma palha de folha de coca para apurar a denúncia de Zé Serra - uma das mais sérias acusações que um homem público já teve a ousadia de fazer contra a influência nociva do governo de um país fronteiriço. Um país que vive do plantio e da comercialização da coca.

Na prática, os donatários do Brasil preferiram achar que "amigo é pra essas coisas" e cairam de pau em cima de quem, na teoria, está apresentando ao país, mais que uma grave informação, uma inestimável colaboração.

Ninguém que não seja PT e que não ache feio o que não é espelho, acusou até agora Zé Serra de injúria, calúnia e difamação. Nem o governo Lula se anima a pensar nisso.

29 de mai de 2010

PERSISTINDO OS SINTOMAS...

Aquele papel de bobo que Lula fez o primeiro-ministro da Turquia assinar lá em Teerã, continua rendendo futricas nas colunas diplomáticas. Os EUA acabam de qualificar o acordo de Lula e a Turquia com o Irã de "inaceitável". Os ianques informaram que a carta de Barack Obama ao presideus Lula da Silva não continha "instruções para negociação".

Dando nos dedos do Itamaraty, o governo americano disse que o discípulo Celso Amorim "sabia perfeitamente" que o acordo de troca de combustível com o Irã, assinado no dia 17, não levaria os EUA a desistirem das sanções contra Teerã.

Os EUA rejeitaram o acordo porque ele não impediria o Irã de continuar enriquecendo urânio. Amorim e o governo brasileiro sonhavam acordados que, com o papelucho, os EUA deixariam de buscar as sanções na ONU contra o Irã.

Isso tudo provocou chiliques no espírito de corpo do Itamaraty. Mais que tremeliques, dizem Marias e Clarices, provocou enorme irritação no governo brasileiro. A urticária veio por conta do que os itamaratecas chamam de "tentativa" dos Estados Unidos de desmentir a carta enviada pelo presidente Obama a Lula, em relação ao acordo de troca de combustível nuclear do Irã.

E na maior dignidade esbravejaram: "Causa estranheza ouvir de representantes do terceiro ou quarto escalão do governo dos EUA frases que põem em dúvida o que a mais alta autoridade americana afirmou, por meio de carta, ao presidente de outro país" - disse de forma genérica um funcionário do governo brasileiro de escalão similar.

A verdade é que Lula meteu a diplomacia brasileira de pacto a ganso em um tema que não conhece. Mexeu nos aguapés de quem é do ramo, como os Estados Unidos. E foi aí que, como um elefante numa sala de cristais, o Brasil Da Silva acabou quebrando louça e atrapalhando uma questão que nunca lhe disse respeito. As tais relações bilaterais ficaram, sim, bem mais complicadas. A sala de cristais hoje é quase um barraco.

Muitos crédulos acham que essa troca de flâmulas, de gentilezas e de cacos pra tudo que é lado, não deve abalar as relações bilaterais entre o grande sonho americano e o país do Cara. Os súditos de Obama já estão muito irritados. Mas irritação é coisa que dá e passa. Ainda mais quando há muitos negócios entre o céu e a terra dos dois mandachuvas que a nossa vã filosofia mal pode alcançar.

Aí, a banda do Itamaraty chama o Zé Temporão e logo o Ministério da Saúde adverte: - Se persistirem os sintomas de irritação, recomenda-se talco para as partes pudendas. Mas usem com moderação.


SAINDO DO ARMÁRIO
Sabe aquele seu vizinho, coleguinha dos tempos de escola que, de repente - "por que todo mundo dizia que era bom" - resolveu sair do armário?!? Pois o eleitor brasileiro está prestes a sair do armário nessa eleição; não por uma acesso de alegria, mas por um surto de imoralidade. O povo está tão acostumado a lidar com corruptos de sucesso e a ver e ouvir todo mundo dizer que ser corrupto é bom que esse descalabro social já está parcendo virtude para ele. Vai votar com o Brasil Da Silva. Afinal, a corrupção é a alma da democracia nacional.


MAIS UMA DO JOÃOZINHO
Mais uma vez, o espírito de porco de Joãozinho, o menino terrível que habita o corpo de Lula se revela diante da batata quente do fim do fator previdenciário e dos 7,7% de aumento no salário dos aposentados que ganham mais do que um mínimo. Assim que o tubérculo caiu no seu colo, ele prontamente escalou Guido Mantega, Paulo Bernardo e Cândido Vaccarezza para descascar o prato indigesto. Vai esfriar a comida dos velhinhos e tirar o corpo fora, como sempre: - Não fui eu; foram eles!

BATALHA PERDIDA
Se a campanha de Serra quiser vencer as eleições na base do noticiário da imprensa pode enfiar a viola no saco. A mídia nacional é pautada pela história oficial. Nuncaantesnessepaís um poste teve tanta exposição gratuita nos meios de comunicação.

O HANDICAP
Com as pesquisas sacudindo a coordenação de campanha de Serra, a velha Dilma Roucheffe de guerra voltou impávida e colosso. Ela já não consegue mais conter a tradicional arrogância. Ninguém consegue enganar a todos o tempo todo. Esse é o grande trunfo dos tucanos.

TURQUIA & FRANÇA
Nuncaantesnessepaís o circo da Fórmula-1 teve tantos Rubinhos Barrichelos correndo num GP como esse lá da Turquia, nem tantos tenistas querendo ser Guga como na edição deste ano de Roland Garros.

INSÔNIA
Evo Morales sai em defesa de Lula naquele papel de bobo que o presideus fez a Turquia assinar lá em Teerã. É só uma questão de gratidão aos abraços e votos de fazer inveja que Lula diz que vai provocar em Zé Serra. Barack Obama, Hillary Clinton e os Conselho Permanente da ONU nem vão dormir de tanta preocupação.

VERGONHA
Secretário britânico, David Laws - chefe do Tesouro se desculpou publicamente hoje por usar verba pública para pagar aluguel ao namorado. David Laws, morto de vergonha, disse que intenção foi preservar privacidade e não revelar sua opção sexual. Fica a dúvida atroz: a vergonha seria pela "opção", ou por ser ladrão?

ELEMENTAR
Garota de programa de 23 anos é encontrada morta no seu apartamento da Asa Norte, em Brasília. O delegado encarregado do caso, bancando o Sherlock Holmes diz que tudo leva a crer que se trata de um homicídio. Um cliente é o principal suspeito. A jovem foi encontrada amarrada com as mãos nas costas. Ele acha que com as mãos assim a hipótese do suicídio por estrangulamento pode ser afastada.

Coringa Fora do Ninho

Pode parecer a vocês o que bem lhes der na telha.

Para o Liberdade de Expressão, Dilma Roucheffe sempre parecerá uma candidata fora do ninho.
Por melhor que seja o seu plástico sorriso, sempre estará mais para um Jack Nicholson de saias do que para a típica dona de casa civil e brasileira.

Capaz de se dizer pronta para desempenhar qualquer papel, se alguém bobear, interpreta sem qualquer esforço o Coringa, no próximo filme do Batman. O Jack, não; ela!

A Nota de R$ 3

Zé Serra desdenha o esperneio do governo da boliviano contra a sua declaração de que "a Bolívia é cúmplice com a expansão do tráfico de drogas". Disse ontem que a declaração que vem de lá "não vale uma nota de R$ 3,00". 

Já o presideus Lula protagonizou mais uma cena de agarramento - como essa aí do lado - com o companheiro cocaleiro que já nos deu calote no gás e enfiou um colar de folha de coca no pescoço do amigão brasileiro.

Lula é assim mesmo. Quando bota o pé num palanque é como o atleta de fim de semana depois de uma pelada: o gol mais bonito é feito sempre na mesa do barzinho da esquina.

28 de mai de 2010

O Governo abriu a Copa

Agora, tudo é Copa. Aí, você compra três camisetas da Seleção para torcer por Dunga.

Das três camisas, o governo veste uma. Na hora de cobrar imposto Lula não tem bandeira.

Como você não é de ferro, manda tirar dois chopinhos de colarinho maduro pra festejar o empate do Brasil contra Coréia do Norte. Se você tomar o chopinho, o seu amigo vai ficar na mão. O governo toma o chope dele.

E como tudo é bola na rede, agora vem a Dilma prometendo escalar a CPMF, aquele achaque ao cheque que, só por esporte, pagava a mala-preta da corrupção do time principal do Brasil Da Silva. Gol contra! Vamos voltar mais cedo pra casa.

Veja aí ao lado os dois chopes que você comprou para torcer pelo Brasil na Copa da África. São dois, sim senhor. É que o outro, o governo já bebeu.

Kátia por Aécio

Aécio Neves acaba de avisar o que já avisou há seis meses: - Não pensem em mim para vice! Ele vai ser senador da República por Minas Gerais, único estado em que é reconhecido puxador de votos. O que Zé Serra não pode agora é deixar o andor passar vazio. Bota a senador democrata Kátia Abreu do seu lado. Ela é muito mais bonita do que Dilma Roucheffe e Marina Verde juntas e tem bala na agulha para acertar qualquer guerrilheira. No bom sentido, é claro.

Pra quê Mentir?!?

Ninguém precisa inventar nada contra Dilma. Basta deixar que ela exponha suas (?!) idéias e sua visão de democracia para o Brasil. Entre o fim da semana passada e o início desta que já vai dando lugar a outra, Dilma disse e não mandou dizer que é seu desejo e sua intenção "recriar a CPMF".

Se você não está lembrado, CPMF é aquele imposto do achaque ao cheque que está atravessado na garganta de Lula - o que não aceita derrota. Dilma repete, conforme Lula quer que ela repita que "a extinção desse imposto tirou R$ 40 bilhões da Saúde".

O que ela não disse é que enquanto a CPMF explorava os brasileiros, nada foi feito em benefício da saúde. O brasileiro que não tem onde cair morto, continua mal tendo tempo para morrer de SUS... nas portas e corredores dos hospitais do governo.

Dilma é isso mesmo. Pra quê mentir?!?

27 de mai de 2010

Solidários na Dor

Não demorou nada, nada. O encontro durou só uma questão de minutos, mas foi o quanto bastou para Lula dar a receita do antigástrico que usa para combater a azia que os jornalistas lhe causam. Dunga padece do mesmo mal.

Marco Aurélio Garcia: Serra Presidente.



Nessa quarta-feira, Zé Serra desancou o governo da Bolívia acusando-o de "cúmplice do tráfico de cocaína para o Brasil".

Não disse bulhufas que qualquer um, a torcida do Flamengo e o Palácio do Planalto não soubessem. Choveu no molhado.

Choveu e alagou os alagados. Como se Zé Serra tivesse falado do governo brasileiro e não do boliviano, em seguida o assessor de viagens internacionais de Lula, Marco Aurélio Sargento Garcia, meteu a cara para fora daquela janela onde costuma fazer top-top e, bancando o guardachuva do governo, enfiou os pés pelas mãos:

O presidente Serra está tentando ser o exterminador do futuro da política externa. Ele quis destruir o Mercosul. Agora, quer destruir nossa relação com a Bolívia. O Mahmoud Ahmadinejad virou Hitler. Eu acho que talvez ele esteja pensando, na política de corte de despesas, em fechar umas 20 ou 30 embaixadas nos países nos quais ele está insultando neste momento”.

Pronto! Não precisa dizer mais nada. Já disse tudo que os tucanos mais queriam ouvir: chamou o Serra de presidente. Garcia, como se sabe, é uma das "pessoas não comuns" mais bem informadas das cercanias de Lula nessa República dos Calamares.

Os coordenadores da campanha do poste iluminado temem agora que o Sargento Garcia passe das palavras à ação. Eles não tem nem idéia do que ele pode fazer com Dilma.

DUNGA BAFEJADO NO BOTA-FORA PALACIANO

Dunga sempre foi bafejado pela sorte. Tanto acredita nisso que, além de convocar a seleção errada, ainda desafiou os deuses da bola ao deixar-se abraçar e bafejar - veja que ele não retribui o amplexo oficial - pelo Presideus mais pré-frio da história do futebol brasileiro. Continua sortudo: no último momento antes de embarcar para África conseguiu no bota-fora palaciano o azarão que precisava para dar como desculpa quando voltar de lá com as mãos abanando.
IN/SEGURANÇA
O Brasil, ao invés de ter um guarda, tem um assalto em cada esquina. Aquele plano nacional de segurança pública lançado por Genro, o Tarso que não faz falta na Justiça de Lula, era só mais uma versão do PAC: foi "inaugurado" para não ser feito.

AGUAPÉS AMERICANOS
Se Lula continuar insistindo nesse fiasctóide de andar ao abraços e queijos com Ahmadinejad e o PAC do Irânio, Barack Obama vai perder a paciência e impor restrições aos investimentos da PTrobras nos Estados Unidos. Os aguapés dos investidores americanos que aplicam dinheiro grosso na PTrobras já estão se mexendo lá pela terra do Tio Sam.

BOA VIDA
Brasília, apesar de todos os pesares e panetones, foi considerada a melhor cidade para se viver no Brasil. E aquele trânsito no centro de São Paulo, não vale nada? E a Rocinha, o Complexo do Alemão, o Leme e o Leblon, são só bala perdida. Essas pesquisas, são como aqueles vídeos do panetone que Lula viu e analisou: "em si, não dizem nada"!

VOTOS SAINDO DO ARMÁRIO
Dia 6 tem parada Gay em São Paulo. Dilma está pensando se veste esta saia justa que a gozada Marta Suplicy lhe enfiou em forma de convite para desfilar. Dilma está de olho no eleitorado que ajoelha e reza e acha que vai estar com enxaqueca no dia da maior alegria paulistana. Só por isso, já tirou milhares de votos do seu armário.

APROVA LOGO
Fingindo que falam em seu próprio nome, o escorregadio Mantega e Paulo Bernardo, o bufo ameaçam que mais cortes serão inevitáveis nos gastos do governo, caso Lula não vete o ridículo aumento de 7,7% nos ganhos dos aposentados com mais de um salário mínimo. Se é por isso, então tomara que Lula autorize 20% de uma vez. Nada custa mais caro para o Brasil do que esse governo tão perdulário quanto ineficaz.

26 de mai de 2010

Seleção na Cerimônia do Lava Pré-Frio

Fotos: R. Stuckert/PR
O Presideus banca o Nostradamus: prevê que Luiz Fabiano será o goleador da Copa do Mundo na África - território infestado recentemente por uma epidemia de 49 canais da TV Lula que já fechou negócio com a Rede Globo e vai retransmitir os jogos do Mundial.

O último grande erro tático de Dunga antes de ter um pé na África: A Seleção foi beijar a mão de Lula e deu uma banana para a torcida. Preferiu o pré-frio ao calor dos torcedores que sempre foram o 12° jogador do Brasil.

Lula sela mais um grande acordo de repercussão internacional com o ínclito Ricardo Teixeira, dono da CBF. Com o aval do esportivo discípulo Orlando Silva, ficou acertado que o prêmio da Seleção em caso de classificação para a segunda etapa do Mundial na África será uma goma de tapioca para cada jogador. A cobertura do prêmio será na base do cartão corporativo.

Venus Desnuda

Não há nada mais saudável no mundo do tênis que ver Venus Wiiliams em quadra. É uma Venus Desnuda. No máximo vestida com aquele baby doll tomara-que-caia recém saído do Moulin Rouge. Venus joga menos do que é capaz de mostrar. De qualquer maneira,  já é hora do tênis feminino ser mostrado só depois da meia-noite na TV.

O Ministério de Educação da França distribuiu ingressos para as crianças de colégios públicos assistirem jogos de Venus Williams em Roland Garros. O ministro vai acabar sendo processado por pedofilia.

O Abraço, a Revolução e a Estáuta

Foto: R. Stuckert/PR
O Presideus Lula prepara-se para a abraçar Cristina Kirchner, durante comemorações do Bicentenário da Revolução de Maio de 1810. Isso foi ontem, em Buenos Aires. A Revolução, não seus tontos; o abraço. Ao fundo, um busto branco que o brasileiro pensou tratar-se de uma estáuta de Peron. Lula nem olhou para aqueles lados. Detesta concorrentes.

República dos Calamares

POR BAIXO DOS PANOS
Governo vai gastar R$ 18 bilhões extras. Por baixo dos panos, o Congresso - a Casa do Polvo aprovou crédito bilionário para ano eleitoral. Mesmo sub judice no Supremo Tribunal Federal, os recursos já estão sendo usados desde dezembro. Esse governo é o mesmo que Lula manda seus cães fiés ladrarem que "a Previdência vai falir" se acabarem com o fator previdenciário e derem 7,71% de aumento para os aposentados que ganham mais de um salário mínimo.

O RECADO DE PILATOS
Lula, debaixo de mau tempo perde a empáfia de grande mediador do conflito Irã contra o mundo e envia mensagens a líderes do "Grupo de Viena". O Presideus brasileiro, com o pires na mão, pediu o apoio de Barack Obama, Nicolas Sarkozy e Dimitri Medvedev ao acordo mediado com o Irã

Ele diz que "o Irã cumpriu sua parte e comunicou a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre o acordo para enriquecimento de urânio na Turquia". Como se a eventual trinca de Viena não soubesse que o papel assinado pela Turquia e pelo Brasil Da Silva não fosse apenas um engodo para míseros 1.200 quilos dos milhões de toneladas do Irã.

Lula acha que com esse recado que seu apóstolo Cerlso Amorim chama de "mensagem, um substituto do telefonema, um tipo de e-mail, mas verbal" desfez para sempre o fiasctóide do acordo fajuto e já pode voltar de novo a ser o Poncio Pilatos da história internacional. Lula não tem jeito mesmo, o fracasso lhe subiu para a cabeça.

VIOLÊNCIA E INÉRCIA
O Pnud - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento: mostra que 90,1% dos brasileiros veem crescimento da violência no País. Quer dizer que 9 em cada 10 brasileiros sabem disso. Aquele que não sabe é o governo. Faz que não sabe. Só para não fazer nada.

PACOTE DE BONDADES
Câmara acaba de aprovar mais um pacote de bondades para si mesma. Não houve discussão nem orientação de líderes. A votação foi simbólica, sem o registro dos votos no painel eletrônico. Aumento de salários para funcionários tem garantias que não serão vetadas pelo presideus Lula que adora uma bondade, desde que não seja para trabalhadores aposentados.

NA BASE DA CORDA
É incrível como um país como o Brasil foi cair na mão de "pessoas não comuns" que não tem vergonha nenhuma em ser consideradas não pelo caráter, mas pelo número de segundos de televisão que podem transferir para seus amos e senhores. Não passam de velhos relógios da história recente de um país de espertos em horário integral. Só funcionam quando lhes dão corda.

DUNGA, O SORTUDO
Tudo indicava até aqui que a seleção de Dunga não passaria da primeira fase da Copa do Mundo na África. Agora, a guerra explícita entre das duas Coréias acende uma chama de esperança: pode ser que o time da Coréia do Norte faça forfait e o Brasil ganhe o primeiro jogo da sua chave por WO. Já com relação a Costa do Marfim e Portugal não há notícias de que estejam em guerra. Mas para um sortudo como o Dunga, quem espera sempre alcança.

Este é o bunker da Seleção do Brasil De Dunga em Joanesburgo. Bate de frente com a descontração das seleções adversárias. Esse isolamento desmesurado é descartado por outras seleções que, assim como a de Dunga, também serão procuradas pelos fãs e aficicioonados pelo futebol na África. Esse tipo de coisa faz bem ao ego de Dunga - típica autoridade do Brasil Da Silva: se der certo, ele será o grande condutor; dando errado... Grandes coisas, todo mundo erra no Brasil.

25 de mai de 2010

Carão de Obama e Baile em Zé Serra

Obama recusou convite de Lula para vir ao Brasil antes das eleições de outubro. O presideus brasileiro queria promover o presidente dos Estados Unidos a cabo eleitoral da Dilma. É a velha e surrada tática do "juntar-se aos bons" que sempre acaba redendo alguma coisinha na hora da construção de uma imagem. Ainda que seja a figura de um poste. Macaco velho, Barack Obama não meteu a mão em cumbuca.

Diante do carão que levou ao tirar Obama pra dançar, Lula deveria convidar agora Mohamoud Ahmadinejad, Muar Khadaffi e outros que não usam batas nem saiotes compridos, como Hugo Chávez, Fidel Castro e o agora mariachi Manuel Zelaya para uma festa de arromba. Dilma daria um baile em Zé Serra.

ESPELHO, ESPELHO MEU...

Olhe bem aí... Essa é a latinha de Cândido Vaccarezza dizendo que o Zé Serra é feio. Por favor, não o contrariem. Mas ele deve achar que Dilma é Miss Brasil e Lula Míster Universo. Para Vaccarezza, espelho em casa dá azar. O fato é que a fotos não mentem, jamais. Essa, então, do Celso Júnior, da Agência Estado, nem se fala.

TV Lula

Lula é assim, sempre que pode incopora o grande contador de lorotas que há dentro dele. Não há espaço físico naquele corpo para abrigar a um só tempo o Presideus e o parabolista. O ego sempre inchado empurra para fora o narrador compulsivo, seja lá qual for a ocasião.
Na segunda-feira, dia de lançamento do canal internacional da TV Lula, também chamada TV Brasil, o Presideus estava com a azia de sempre e depois de reclamar que "os jornalistas brasileiros só mandam notícias ruins para o exterior", contou mais um de seus casos.

Distraiu-se e traiu-se revelando o Lula Da Silva que tem dentro dele ao referir-se ao canalete que estava lançando para 49 países da África como "minha televisão internacional". Disse isso com graça, com o humor que sempre enfia goela abaixo de quem está na fila do gargarejo. E parabolou:

Lula se dá bem com a turma do gargarejo

"Eu reclamava muito com o Franklin, eu falava: rapaz, você deste tamanho e não me consegue fazer minha televisão internacional, eu preciso de uma televisão e eu estou saindo daqui a sete meses".

O Franklin aí desse papo parabólico é o Martins, A Voz da comunicação do governo. Lula queria apenas justificar em tom de piada a demora para realizar o projeto de uma emissora chapa branca.

Não disse nada que o país inteiro já não soubesse: a TV Brasil é mesmo a TV Lula. Um canal criado para promover o governo, o Presideus e seus apóstolos de todo os escalões e coturnos.

Frank - A Voz do Palácio, se fez ouvir como que estava se segurando: "Um momentinho só, preciso ir lá fora".

Logo que a claque sorriu, Lula teve azia novamente e meteu os cachorros na mídia: "criou-se no Brasil uma mentalidade de que tudo o que era público não prestava."

O Presideus mostra a sua discípula para fins eletrônicos, o tamanho da TV Lula.

Lula rouquejou que não tem medo das críticas que serão feitas à expansão do canal. E emplumou-se: "Eu estou num momento da vida que quanto mais mal de mim eles falam melhor para mim. Porque, quando se mente demais, as pessoas descobrem que é mentira. Então, eu não queria uma televisão para falar bem do Lula, eu queria uma televisão para falar bem deste país, para divulgar as coisas boas do Brasil".

Ele só não disse nada sobre a sua ferrenha convicção ao preceito de Göebells de que uma mentira repetida mil vezes vira verdade.

O povo brasileiro que Lula insiste em chamar de "as pessoas" já descobriu que a tal "mentalidade de que tudo que era público no Brasil não prestava" não é mentira; é a pura verdade. Sabe mais: que o "público" no Brasil Da Silva é propriedade privada de quem domina a massa e balança a pança.

Dessa vez, ao chamar a TV Brasil de "minha televisão internacional" Lula Da Silva não estava mentindo. A grande verdade é que a TV Brasil é a TV Lula.

24 de mai de 2010

TREMOR NO ACRE FOI DOSE PRA CAVALO

Às 13h08, um terremoto de magnitude 6,5 na escala Richter sacudiu o Acre. O epicentro do tremor foi a menos de 500 quilômetros de distância de Rio Branco.

A assessoria da campanha de Dilma Roucheffe já está elaborando um projeto para devolver a terra de Marina Morena e Tião Viana para a Bolívia. Aceita até dois cavalos puro-sangue no negócio. Não abre mão, no entanto, da inacabada e romântica estrada de ferro Madeira-Mamoré - mais que um caminho, uma premonição.

Marina Morena, calma e serena, já deu pronta resposta à banda larga da mãe do PAC Acreano. Só admite a devolução do estado para o cocaleiro Evo Morales se antes a gaúcha por opção Dilma Roucheffe liderar a anexação imediata do Uruguai ao Rio Grande do Sul.

Já os coordenadores eleitorais do economista tucano Zé Serra acham que, uma vez realizada a coalizão com los hermanos do Rio de la Plata, o Brasil não deveria pagar por isso mais do que uma noitada de cacife aberto nas roletas do Conrad Casino & Resort - capital de Punta del Este, verdadeira capital do país de Zé Mujica, o clone de Lula Da Silva.

Os terremotos provocam esse tipo de alucinação em políticos e blogueiros, na mesma hora e na justa medida. É que nuncanahistóriadessepaís a gente tinha sofrido uma sacudidela desse porte e desse tipo. Deus já não é mais brasileiro; o Brasil já tem o seu presideus. E tudo por aqui, há quase oito anos, é pura ficção.

É aí que mora o perigo!

Não pense que Lula pensa no Brasil nessa folia turística que realiza desde que chegou ao Palácio do Planalto em 2002. Deu mais de 80 voltas ao mundo em menos de 8 anos, só para mostrar que nuncanahistóriadessepaís FHC foi ou será maior estadista do que ele. É uma questão de birra, de desaforo ao foro íntimo.

Se pensasse mesmo no Brasil teria feito, nesses oito longos e viajados anos, pelo menos um bom negócio para o país. Unzinho, nem precisava mais. Teve tempo de sobra para isso. Mas no que foi que as viagens do Marco Polo verde-amarelo melhoraram, caríssimo trabalhador brasileiro, a sua vida, a vida de sua mulher, dos seus filhos; a vida do vizinho; a vida da mãe Joana?!?

Peça para ele, ou peça em paz para a nova dona de Casa Civil, a Erenice Guerra, um dossiê completo com os resultados práticos dessas andanças pelo mundo afora. Não se espante, no entanto, se esse dossiê tomar chá de sumiço para reaparecer em forma de um inocente banco de dados.

Você verá, mesmo olhando com bons olhos, que nessa papelama, ainda que devidamente maquiada, o Brasil vai aparecer fazendo papel de bobo da Corte internacional. Haverá em cada página virada um sinal de riso e de escárnio da diplomacia mundial para cima do inocente útil, do matuto faceiro e exibido que, saído de Garanhuns, pretende uma cadeira na ONU e vai levar um chá de banco.

A escalada desenfreada de Lula pelos confins do mundo que, inexplicavelmente para ele, apesar de quatro cantos tem cinco continentes, paga mico em tudo e por tudo. E paga caro. Lula distribui o dinheiro de nossas burras públicas, como se dele fosse.

Com isso, ele ganhou para o Brasil a fama de babaca perdulário; tipo assim o velho e batido filhinho de novo-rico que atira dinheiro pro ar, só pra fazer bonito para aqueles que estão olhando. É o Cara que não deixa ninguém pagar a conta. E gorjeta é o que não falta.

Baixinho e sem medo de ser feliz, Lula cresce quando diz que é o Brasil. A Argentina finge que entende e mete pilha no ego lulático que acende a chama quase morta do Merdosul. Para qualquer garçom de boteco ou casa de tango em Buenos Aires, gorjeta é propina. Lula trata com naturalidade esse costume.

E faz questão de sentar na cabeceira, pelo simples prazer de ser o gatilho mais rápido dos cartões corporativos desse fim de mundo que Lula pensa ser o começo. Foi só por isso - porque o mundo começa ou termina por aqui - que se pegou a Argentina como ponto de partida. Ou de chegada.

Pulando e andando para o Chile que nem nos dá bola; para o Paraguai que nos cutuca com Itapu; para o Peru que às vezes até endurece com a manemolência brasileira; pulando e andando para a Colômbia que nos enche de pó; pulando, andando e saltando no colo de Fernando Lugo, o bispo-papão do Paraguai; salteando os braços do uruguai, do Equador, os abraços da pobre Bolívia, Lula leva o Brasil a ajoelhar e rezar diante da Venezuela do histriônico e aloprado Hugo Chávez; pulando e andando sobre a carcaça de Cuba, Lula saltita dali até Miami, de onde vai parar em Washington para se fazer amigo e ídolo de Barack Obama - esse sim, presidente do mundo.

Ali, satisfeito por que, aos risos, o xerife bondoso do planeta lhe oferece uma grande maçã e o chama de Cara, ele sai aos pulos e anda um pouco pela Europa - aquele continente velho e empobrecido onde fica um tal de FMI que o magnânimo Lula abastece, de quando em vez, com U$ 10 bilhões dos nossos cofres que não podem sequer pagar os aposentados conforme lhes é devido.

Como é perdulário e tem por paixão por aparentar e distribuir riqueza Lula abraça um Muar Khadaffi aqui, um Mohamoud Ahmadinejad ali e defende teses belicistas que, em nome da ânsia pelo Nobel da Paz, os animam a ser o grande mediador do conflito gerado pelo enriquecimento de urânio a 20% pelo Irã que tem pavor de guerra. Conseguiu produzir o primeiro grande fiasctóide do terceiro milênio. Nesses tempos bicudos que vem por aí, vai ser dificil de ser superado.

Lula agora já sabe que, ao fazer-se amigo de ditadores como Fidel, Chávez, Khadaffi, Mohamoud, Zelayas e alguns muares golpistas lá que outros, entrou na contramão do mundo que vira as costas para essa gentalha que só deseja mesmo é pegar o mundo para eles, como o próprio presideus Lula e seus discípulos estão pegando o Brasil.

Nessa última volta para casa, em mais uma rápida visita ao Brasil, Lula soube das reações de Barack Obama lá nos Estados Unidos. E ficou sabendo também de sua pronta ação de repúdio ao acordo que fez o primeiro-ministro turco assinar em Teerã. Ousado e balaqueiro, Lula já ensaiava uma fanfarronice, um desaforo bem à brasileira contra o presidente norte-americano, quando foi informado que Barack Obama não estava brabo... Apenas não conseguia parar de rir.

Nuncanahistóriadessepaís um presidente da República esteve tão longe do Prêmio Nobel da Paz e de uma cadeira na ONU. Lula já sabe disso. E aí é que mora o perigo.

SINDICATOS DE FACHADA, UM "NEGÓCIO" DE BILHÕES

Nesse Brasil Da Silva que abre um sindicato por dia, não é supresa nenhuma saber que o governo Lula "que não rouba, nem deixa roubar" pagou, nos últimos sete anos, R$ 3 milhões e 300 mil pelos serviços de um sindicato de fachada que terceiriza mão de obra.

Trata-se do notável Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral (Sintram) da cidade goiana de Montividiu - um centro habitacional de nada mais nada menos de 9 mil habitantes.

Reportagem do jornal Estado de S. Paulo conta que foi o Ministério da Agricultura que entregou essa dinheirama toda ao tal Sintram.

A sede do sindicato é um cuchicholo alugado de dois cômodos, não tem placa de identificação e é vizinho de porta de um salão de beleza. É ali que o arremedo de sindicato banca a terceirização, fecha contratos com empresas agrícolas e comete a ilegalidade de ficar com 15% do dinheiro dos trabalhadores

A reportagem do Estadão revela que a região Centro-Oeste é a principal fonte de renda do mafuá, presidido por Djalma Domingos dos Santos. Ele é responsável pela montagem de uma rede de sindicatos em outras cidades de Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Bahia e Distrito Federal. O jornal apurou que em Brasília o endereço fornecido pela entidade ao governo é fictício.

Para o Estadão o Ministério da Agricultura alegou que o pagamento ao Sintram foi feito por conta do serviço de carga e descarga de caminhões prestado para a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Aí veio o superintendente-substituto da Conab, Emil José Correia e botou uma pedra em cima para acabar com o assunto: "O sindicato venceu um processo licitatório realizado".

Quando lhe falaram que o contrato já foi prorrogado quatro vezes e que o sindicato de fachada estava sendo investigado pelo Ministério Público, o bacana mostrou a serenidade dos justos e competentes: "Não sabíamos do processo. Agora que fomos informados, vamos avaliar o que fazer".

Na verdade, é só mais uma empresa fajuta com cara de sindicato que atua sem fiscalização e faz o que bem entende e quer com a arrecadação do imposto sindical, uma crescente e desbragada maracutaia que movimenta mais de R$ 2 bilhões por ano. Essa gandaia é uma consentida e descarada concorrência à alegação de Lula de que "o fim do fator previdenciário abrirá um rombo de R$ 40 bilhões em 20 anos nos cofres da Previdência".

Com uma rede dessas, um aparelho paraestatal que gera dinheiro com a venda de vagas e exploração de empregos escravagistas, não há quem tenha medo de qualquer pesquisa eleitoral. Nem aqui, nem em Caixaprego. No esquema coronelista disfarçado de sindicalismo distribuir grana e trabalho, ainda que de forma brutal e acima da lei e do senso de justiça, sempre rende popularidade. Mas é pouco provável que essa teia de renda negra consiga transferir voto e simpatia. (Fonte: Estadão).

23 de mai de 2010

LIBERDADE, LIBERDADE!

Foto: Mike Ronchi
A internet é a porta de entrada da redenção do jornalismo, uma atividade que – ao correr dos tempos, se tornou presa fácil dos eternos donos da sociedade. O jornalismo web não precisa andar de joelhos, dispensa patrocínio, não tem patrão e não usa mordaça. Depende apenas do seu próprio conteúdo para ser um fator de transformações sociais. É a mais legítima expressão da liberdade de pensamento. Logo essa porta será fechada pela censura.
(Sérgio Siqueira)

O Céu é o Limite...

Então, não deu mais pra segurar: Lula deu mais de 80 voltas ao mundo em 8 anos, com o dinheiro dos brasileiros, só para ser secretário-geral da ONU quando perder o empregão de presideus do Brasil.

Ele é réu confesso. Diz, no entanto, que não quer a ONU assim como ela é no atual formato, "muito dependente dos EUA e dos outros vencedores da Segunda Guerra Mundial - Reino Unido, França, Rússia e China". Aí, se não der certo - e tem tudo para não dar - já viu: Lula cria uma ONU paralela e, enfim, será presidente do mundo.

Quando terminar o mandato nessa cadeira da nova ordem mundial, Jesus Cristo se cuide. Lula vai tirar os pés da Terra e dar um pulinho lá nas alturas, bater um papo com o Criador.

Aí, quem sabe... O Homem pode andar meio cansado e com o saco cheio disso tudo que Ele mesmo inventou... Afinal - Vinícius deve andar por lá - se é pra desfazer, por que é que fez?!?

E NÃO SE FALA MAIS NISSO...

Estamos no meio de 2010. Só se fala no futebol lá na África do Sul, nas eleições de outubro e, claro, nas viagens fiasctóides de Lula pelo mundo afora. Como JK fez 5 anos em 50, o Marco Polo brasileiro já deu 80 voltas ao mundo em 8 anos. Não só ao mundo, deu a volta em todo mundo. Mas não é disso que estamos falando. O espaço aqui é hoje para outros quinhentos.

Faz dois anos exatos que já não se fala mais nisso:

INVESTMENT GRADE
No mes de abril do longínquo ano de 2008, o Brasil obteve o honrado grau de investimento, concedido por agências de avaliação de risco aos países que demonstrassem capacidade e vontade de pagar sua dívida externa. Sucede que aquela crise que "chegou por último ao Brasil e saiu primeiro daqui" acabou com a reputação das agências e o investmnt grade caiu em desgraça, perdeu a força, esbugalhou-se.

MUNDO EM CRISE ALIMENTAR
No começo daquele ano, os chineses e indianos começaram a comer mais do que sempre comeram. Com o aumento da comilança na China e na Índia, com a escalada no preço das commodities, tudo indicava que iria faltar comida no mundo. Resultado: tudo deu em nada, o preço das commodities espatifou-se a crise escafedeu-se.

ETANOL NELES
Há dois anos, o sucesso do etanol no mundo provocou o aumento das áreas de plantação de milho e da cana-de-açúcar, suas primas por parte da matéria. Aí, não deu outra, onde tem o dedo do pré-frio há sinal de urucubaca: o preço do barril de petróleo ficou abaixo dos 50 dólares. O discurso do presideus pré-frio se perdeu e ninguém mais quer saber de etanol.

PRÉ-SAL
Se você ainda não foi à missa de 7° Dia deve estar lembrado que a Petrobras anunciou naquele setembro de dois anos atrás, a sensacional descoberta na costa brasileira de jazidas de petróleo fino - o melhor e mais cobiçado deles - a coisa de 6 mil metros de profundidade. Bem ali, naquela camada geológica que atende pelo nome de pré-sal. Não era mentira. Era uma distante verdade: o petróleo existe e está lá até hoje. O azarão do preço baixo e a fartura daprodução mundial fizeram com que ele ficasse por lá até hoje, pobre e abandonado.

MANIA DE GRANDEZA
Nesse mesmo distante ano de 2008, o Ministério da Fazenda imaginou e criou o Fundo Soberano. A pretensão seria abastecer esse fundo com economias que o governo fizesse. Essa foi talvez aquela piada de salão que o Delúbio prometeu: o Senado aprovou, com toda pompa e circunstância a criação do fundo. Aí, como o técnico Feola, em 1958, não combinou com os russos sobre o que Garrincha deveria fazer, os senadores também não avisaram ao governo Lula qual seria a sua parte. O fundo está sem fundos até agora.

CANTORIAS À PARTE
Gilberto Gil, o encantador ministro da Cultura pediu demissão "para se dedicar à carreira artística". Coisa assim como se algum dia ele tivesse abandonado a carreira só para ser ministro da cultura de Lula. Gil emendou a turnê de Banda Larga Cordel ao seu abandono voluntário e tudo ficou como antes para a cultura de Lula, para o Brasil, para a afinada trajetória artística de Gilberto Gil.

MARINA MORENA
Marina Silva, cansada de guerra com Dilma e outras aloprações, deu os doces no Ministério do Meio Ambiente. Isso foi naquele maio que já tem dois aninhos de vida. Perdeu a batalha para o fogo amigo e as futricas intestinas que não a impediam de combater o desmatamento da Amazônia. Marina Morena voltou ao Senado, se pintou de verde e agora "desmata" votos de Zé Serra, facilitando a corrida de sua desafeta ao Palácio.

MATILDE RIBEIRO
Faz dois anos, nada mais que isso, que Matilde Ribeiro - a que foi ministra da Igualdade Racial saiu pela janela do ministério por causa dos seus gastos compulsivos com o cartão corporativo em restaurantes, locadoras de carros e num free shop. Em homenagem a Harry Belafonte, she take our money and run Venezuela. Mesmo assim teve de devolver penosos R$ 2.815 reais. Até agora não se sabe se o Ministério Público Federal conseguiu que Matilda ressarcisse o país em mais R$ 160 mil. Não, não notícias de que Matilde tenha comprado tapioca no bar da esquina. Podem perguntar para o esportivo discípulao Orlando Silva se ele sabe quem foi.

MINISTÉRIO DA PESCA
Presideus Lula encasquetou que no lugar da Secretaria, ele criaria o indispensável Ministério da Pesca. Levou ferro. Foi a Era de Aquarius de Lula. Diante do malho o presideus pesacdor chegou a desistir de criar o ministério por medida provisória. Como não gosta de ficar engasgado, voltou à carga e adivinhe só o que foi que aconteceu. Não a espinha está atravessada até hoje na garganta dos brasileiros.

EL CID
Maio de 2008, mes das noivas e do dia das mães sem teta, El Cid Gomes -  governador do Ceará, levou a sogra para passear pelos confins da Europa, com despesas pagas pelas burras públicas. A farra veio a furo. Ele foi perdodado pelo Tribunal de Contas do estado que governa(!?).

SEVERINO CHEQUE-CHEQUE
Ele foi presidente da Câmara dos Deputados. Arcanjo criador do baixo-clero da política nacional. Mas, se você não sem lembra, em 2005, teve que renunciar ao mandato porque o pegaram com a boca na botija cheia de propina e migalhas de comida do restaurante da Casa do Polvo.  Logo saiu da toca e com o apoio moral de Lula, Severino Cavalcanti virou prefeito de João Alfredo, seu torrão natal.

GUERRA É GUERRA
Erenice Guerra, hoje corpo e alma de Dilma Rouchefe na Casa Civil, era o braço-direito do poste preferido por Lula para iluminar os corredores do Palácio. Ela elucubrou o dossiê com gastos de FHC e dona Ruth Cardoso. A papelama que virou banco de dados foi montada para desviar os holofotes do uso e abuso cartões corporativos no governo Lula. Deu certo. Até hoje os cartões correm livres, leves e soltos pelas sombras do Brasil e do mundo afora, sob o absoluto sigilo oficial que protege a segurança nacional. Deles.

MEU GAROTO!
Está fazendo dois anos: a Polícia Federal apontou o dedo na direção de Anthony Garotinho ex-governador dos cariocas, tentando mostrar que ele chefiava uma quadrilha infiltrada na Polícia Civil do Rio de Janeiro que continua lindo. De lá pra cá, Garotinho se mandou para a cidade de Campos governada por sua mulher, Rosinha, a mais que prefeita. A Justiça disse amém à ação de graças que o acusa de líder de quadrilha armada. Ainda é réu, pode ser condenado a até oito anos de prisão, mas o mais provável é que não consiga ganhar mais uma eleição para governador do Rio, grande descoberta de Cabral.

MANGA DE COLETE
Há precisos dois anos, Carlos Minc do Meio Ambiente, comandou em mangas de colete a apreensão de 4.200 cabeças de gado numa reserva florestal no Pará. Supreendentemente nenhuma delas tinha qualquer coisa a ver com o rebanho fantasma de Renan Calheiros. O resultado foi notável: o ministério fez um leilão dos bois piratas. Antes que eles fossem parar num desses rodeios sertanejos, conseguiu vendê-los por R$ 1,3 milhão. Gastou muito mais com a Operação Manga de Colete.

RENASCER
Logo que Lula ganhou uma camiseta de Káká, os bispos Estevam e Sônia Hernandes foram condenados a dez meses de reclusão e catorze meses de liberdade condicional. Eles entraram nos Estados Unidos com dólares na bíblia e quem sabe lá onde mais. Condenados, cumpriram pena - com pulseirinha nos tornozelos e tudo mais - numa mansão resguardada num condomínio de luxo na Flórida. Káká, assim que jogue a Copa do Mundo na África, será consagrado bispo da igreja Renascer. É um de seus maiores doadores universais.

AS PUPILAS DO SENHOR REITOR
As pupilas de Timothy Mulholland dilataram e ele pediu demissão do cargo de reitorquando descobriram que usava dinheiro destinado à pesquisa para decorar seu apartamento funcional. Mulholland foi multado em R$ 5 mil. De quando em vez ele dá umas aulas na mesmíssima UnB que, como sempre, está em greve.

Esse tímido, mas intimorato resgate foi há exatamente dois anos... E não se fala mais nisso!

DOMINGUICES

REFORÇO - Mano Menezes anuncia que o Cortinthians hoje vai jogar reforçado: Ronaldo Fenômeno está fora da partida contra o Fluminense. Mais dois jogos no banco de reserva e a Bozzano manda Mano Menzes procurar emprego.

A VOZ DO VESTIÁRIO - Presidente do Palmeiras foi ao Uzbequistão, atrás do Felipão. Desistiu de contratá-lo. O treinador agora abandonou o português e só fala uzbeque. Mais uma bobagem da direção palmeirense: deveriam contratá-lo exatamente por isso. Os jogadores não entenderiam nada das suas preleções.

IRA x HOOLIGANS - O zagueiro do Everton, da Inglaterra, Shane Duffy teve o fígado dilacerado durante um jogo-treino contra a seleção irlandesa, na última sexta-feira, em Malahide, na Irlanda. O ferimento aconteceu quando o atleta da equipe inglesa dividiu uma bola com o goleiro adversário. Isso não é jogo amistoso coisa nenhuma; é um ataque do IRA. O boletim médico anuncia sua pronta recuperação. Mais uma ação frustrada do grupo revolucionário irlandês que já se prepara para enfrentar a vingança dos hooligans.

MEDO DE GANSO - Paulo Ganso - um jogador moderno que fez renascer o velho Danilo, o Príncipe - punido por ter chegado atrasado na concentração do Santos, reclamou do regime que lhe foi imposto e já levou outra reprimenda. Está em campanha contra ele mesmo e faz de tudo para não ser levado para a África do Sul. Vai ver tem medo de arco e flecha, leões, girafas...

EPA! - O técnico Dorival Júnior não gostou das declarações de Ganso e já decretou: "O Paulo é um empregado do clube, com direitos e deveres a serem cumpridos". E falando como se ele próprio também não fosse um empregado do clube, se meteu de pato a ganso: "Respeito a opinião dele, mas não concordo. Até porque, o Paulo Henrique não tem que exteriorizar isso". Epa! Aí já não é mais futebol; é petismo explícito. O Dorival tá que nem o outro, não pode ler nem ouvir nada que não lhe agrade porque logo tem azia.

PIRES NA MÃO - Os mais de quatro mil prefeitos que estiveram com pires na mão em Brasília, na semana passada, voltaram para casa com o saco cheio de promessas. Lula disse para todos, sem olhar cores partidárias, que iria fazer e acontecer. Podem esperar sentados: o corte de R$ 10 bilhões no Orçamento, patrocinado pela equipe econômica para segurar a inflação que já galopa nos calcanhares do presideus acabou com as alegrias de todo mundo. Fica assim pra ver como é que fica. De novo e como sempre.

A BRUXA - A procuradora malvada continua dizendo que não bateu na criança, só a chamou de "cachorra", filha disso e filha daquilo "porque não queria comer e me irritou. Perdi a paciência". As ofensas verbais acabaram machucando o olho, ferindo os braços, as costas e arranhando o corpo todo da menina de dois anos. Tem que continuar em cana. Por bruxaria. A foto é uma singela reprodução chupada do seu "álbum de família" que foi parar na revista Veja e tem a ver com uma visita da procuratriz ao Canadá. Mostra que, ao contrário da garotinha, ela não precisa levar uns tabefes nem ser chamada de "cachorra" para traçar um cachorro-quente. E nem precisa mesmo.


O FATOR VERDE - Para crédulos, a pesquisa Datafolha deste fim de semana mostra que Zé Serra e Dilma estão empatados num clássico 37 x 37. Revela que Dilma subiu e Serra desceu. Marina Morena foi para honrosos 12%. Isso quer dizer que Marina, aquela por quem Dilma não morre de amores, está seduzindo o eleitorado que já não ama Serra.

22 de mai de 2010

Rescaldo da Eleição Presidencial de 2006 - O que foi que mudou?!?

Entre o fim de 2005 e o limiar de 2006, véspera das eleições majoritárias que reelegeram Lula, assim falava o presideus:

"O PT fez, do ponto de vista eleitoral, o que é feito no Brasil sistematicamente". (Falando sobre o caixa dois, em uma entrevista combinada em Paris)

"Não posso admitir que companheiros, em nome da facilidade, comecem a terceirizar campanha financeira de um partido. Por isso acho que fui traído por todos os que fizeram essa prática condenada pelo PT e pela sociedade brasileira". (Desdizendo-se, no programa Roda Viva, aqui no Brasil)

"Eu me sinto traído." (Malhando o marqueteiro Duda Mendonça que confessou ter recebido dinheiro do caixa dois do PT num conta no exterior)

"A desgraça da mentira é que, ao contar a primeira, você passa a vida inteira contando mentira para justificar a primeira que contou." (De novo, em Paris)

"Ninguém neste país tem mais autoridade moral e ética do que eu para fazer o que precisa ser feito." (Cupulando em Goiás)

 "Se tem um governo que tem sido implacável no combate à corrupção, desde o primeiro dia, é o meu governo." (Falando à nação pela TV)

"Eu estou presidente. Mas sou mesmo é dirigente sindical." (Em mais um cúpula com sindicalistas).

"Estou pronto para a briga. Também vou entrar no tapume." (Trocando alhos por bugalhos e tatame por tapume)

"Eu levaria o José Dirceu para o palanque, até porque nada foi provado contra ele." (Uma semana depois que Dirceu foi cassado sob acusação de chefiar os 40 mensaleiros)

RODAPÉ - Ás vésperas de uma nova eleição majoritária, o que foi mesmo que mudou... o Brasil ou o mundo?!? A voz continua a mesma, mas os seus cabelos...

Pérolas e Fábulas Dominicais

O TRUNFO - Na falta de um bom escândalo neste final de primeiro semestre, as multas tem sido o grande trunfo da campanha de Lula para as eleições de outubro. O Datafolha está aí para comprovar: Dilma subiu 7 pontos percentuais no conceito dos eleitores. A oposição já pensa em, de uma vez por todas, com essa mania de encaminhar denúncias ao TSE.

AGOSTO & DESGOSTO - Dia 17 de agosto começa o desgosto: horário político gratuito na TV. Mas, se você tirar o som da televisão, você vai conhecer o Brasil que tanto queria visitar um dia. É a maior campanha eletrônica que as agências de turismo ganham de quem não sabe o que fazer com o país.

O PRATO - O rancor de Lula com as grandes potências mundiais que tripudiaram sobre o papel de bobo que ele assinou enquanto induzia o primeiro-ministro turco a meter o jamegão também, lá em Teerã, não é suficiente para interromper a negociação daquela compra belicista de helicópteros, submarinos e caças franceses. Um negocinho assim de U$ 22 bilhões não se bota fora num acesso de raiva e nem porque o chute no orgulho foi dolorido. Mas o presideus avisa: ninguém perde por esperar. A caça ao Nobel é um prato que se come frio.

BANCO DE RESERVA - O TSE informa: sai Lula de campo e entra a TV no ar. O jogo vai ser decidido no placar eletrônico. Quando a torcida não consegue entender o que se passa no gramado, o telão tira a teima.

BRASILEIRO PAGÃO - O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário publicou dados comprovando que o brasileiro trabalha 148 dias por ano só para pagar impostos. Então, só a partir do dia 29, sábado da próxima semana é que você vai começar a trabalhar para você mesmo e sua família. Se você não é um dos ociosos do bolsa-famiglia pode indignar-se à vontade que isso não vai adiantar nada. Você já pagou o salário dos portadores de carteirinha que o governo terceirizou nos cargos públicos, sem qualquer concurso, sem qualificação e sem nenhuma cerimônia.

Em Nova York, Dilma se irrita e "demite" tradutora

O relato é da repórter Ana Flor
Enviada especial da Folha Online a Nova York

Problemas com uma tradutora na coletiva de imprensa irritaram nesta sexta-feira a pré-candidata petista em Nova York. Dilma Rousseff chegou a chamar a tradutora de "minha santa".
Dilma, que preferiu falar em português, chegou a elogiar o primeiro tradutor. A partir da metade da entrevista, a tradução ficou por conta da angolana Marísia Lauré.
Perguntada sobre o delicado tema da autonomia do Banco Central, Dilma falou da "autonomia operacional" do órgão. Lauré esqueceu uma das palavras e Dilma completou, em inglês: "operational autonomy". Em seguida, repreendeu a tradutora. "Eu peço para você traduzir literalmente, porque é complicado [o tema]".
Dilma passou a falar sobre privatizações e as empresas que acredita que deviam permanecer públicas, como Petrobras, Eletrobras, as do setor elétrico e bancos públicos. A tradutora esperou que a convidada concluísse a frase para traduzir. Ao final, Dilma conferiu com a platéia: "Não faltou [o trecho] da Petrobrás?".
Na frase seguinte, Dilma ouviu o início da tradução e, achando que havia mais um erro, interrompeu Lauré. "No, no, no... Yes, yes, yes", emendou, ao se dar conta de que a frase traduzida estava correta e arrancando risos da platéia.
"Eu prefiro que você copie e faça [a tradução depois] porque se não eu vou quebrar meu raciocínio todo, tá bom?", pediu Dilma à tradutora.
Na pergunta seguinte, Lauré trocou "redução da dívida" por "redução de impostos". Dilma a interrompeu novamente. "Copia, minha santa, eu vou falar". Nesse momento, a organização trouxe de volta o tradutor anterior.
Ao final da coletiva, Lauré e Dilma se abraçaram. A tradutora pediu desculpas e atribuiu o engano ao excesso de trabalho. "Você trabalha muito bem", disse Dilma.

RODAPÉ - Quem nasceu mineira, se fez gaúcha por opção, nordestina de coração e paulista por eleição, jamais será poliglota por vocação. E pra cachorro que come ovelha não adianta bancar o lobo em pele de cordeiro. Dilma é só uma postulante à cadeira de presidente da República; imagine o que faria se já estivesse lá.

Datafolha dispara Plano B para Serra

Então, para quem acredita em pesquisas eleitorais, Dilma e Serra estão empatados de verdade: 37% a 37%! Não tem nada de bolero por aí. Aqueles dois pra lá-dois pra cá não entraram na dança patrocinada pelo Datafolha. Com 12% de eleitores, Marina Morena é quem vai decidir o jogo na prorrogação.

Pelo Datafolha, desde que virou estrela vermelha de TV nos programas petistas, Dilma subiu 7% e Zé Serra, assim que começou a mostrar seu sorrisinho meia-boca, desandou 5%. Os assessores da campanha tucana já colocaram em ação o Plano B: Serra está proibido de rir das mancadas da Dilma.

21 de mai de 2010

Henrique Neves, ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) multou o presideus Lula por propaganda eleitoral antecipada em favor de Dilma Rouchefe.

O tucanato acusou o presideus de ter promovido "portentoso ato de campanha eleitoral" numa inauguração de coisa nenhuma realizada na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, em 10 de abril, por um feliz acaso data em que PSDB, DEM e PPS lançavam, em Brasília, a pré-candidatura de Zé Serra ao lugar de Lula no Palácio.

Pela conquista do tetra, Lula foi condenado a pagar R$ 10 mil. Lula levou com ele para o carnaval antecipado uma turma de infratores.

A banda larga que passou a integrar o bloco dos fichas-sujas é a seguinte: a reincidente porta-bandeira Dilma (R$ 5 mil); o contorcionista Aloizio Mercadante da Ala dos Irrevogáveis (R$ 7,5 mil); o mestre-sala do Trabalho Carlos Lupi (R$ 7,5 mil); o baterista Paulinho da Força (R$ 7,5 mil); o presidente da comissão de frente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Antonio Neto (R$ 6 mil); e o prefeito da alegórica São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (R$ 5 mil).

Esse elenco de contraventores da legislação eleitoral foi que garantiu o tetra de Lula nessa micareta em que ele é o porta-estandarte do Clube da Ficha Suja. E o projeto Ficha Limpa vai cair no colo dele. Purpurina pura.

Ô Cara, me dá o meu aí!

A contabilidade já foi feita e refeita: o rombo nos cofres públicos do Brasil Da Silva, está comprovado, ultrapassa a casa dos R$ 69 bilhões por ano.

E pelo que se tem visto e ouvido nesses núcleos de campanhas presidenciais - qualquer um deles: de aloprados a tucanos e matas virgens - tudo vai ficar assim como está, só para ver como é que fica.

Nenhum deles até agora mostrou um mísero rabisco, um reles rascunho de uma política efetiva anticorrupção.

Para as pessoas de boa vontade bastaria enviar o rol de roupa suja para qualquer lavanderia registrada numa Junta Comercial e mandar tirar as manchas da impunidade, da distribuição de cargos, do caixa dois nas campanhas, da morosidade proposital da burocracia e da conivência da sociedade. Pronto! O Brasil estava limpo e rico.

Depois vem você, ô Cara, vem o Pelé e mais as torcidas do Flamengo e do Corinthians, dizerem que "o brasileiro não sabe votar". Aqui ó! O brasileiro, coitado, não tem em quem votar.

Começa que o voto é uma arma que lhe tiraram da mão e viraram contra ele. Votar não é direito na democracia nacional; é obrigação.

Continua que os partidos são currais em que só os donos e seus capatazes podem embretar o gado para botar cabresto ou para ser malhado na cabeça, bem no meio dos chifres. São eles que fazem da nossa vida a arte da escolha e nos impingem portadores de fichas falsas, borradas a mais não poder, como se fossem limpas.

Acaba que a dinheirama toda que escorre dessa farra dos bois, das vacas, dos bodes, das cabras da peste, dos porcos, dos burros em que transformam o pobre brasileiro, vai todo para o leilão das almas.

Vai para os espíritos desarmados que são comprados por rações miseráveis, de nomes notáveis como bolsa-famiglia, lixo é luxo, luz para todos, minha casa/minha vida, empréstimo consignado, fome zero e outras moedas baratas que integram a legião dos golpes na nuca que reforçam a "estratégia da governabilidade por coalizão" - codinome da velha cooptação.

E assim é que, sem se ruborizar com a desfaçatez que os caracteriza, alegam que 7,71% de aumento nos ganhos dos aposentados com mais de um salário mínimo "até podem ser admitidos", mas que o fim do Fator Previdenciário "que previne as aposentadorias precoces" explodiria os cofres da Previdência Social que, em 20 anos, estaria estourado em R$ 40 bilhões.

O que são R$ 40 bilhões em 20 anos se, no mesmo período só a corrupção vai tirar do Brasil inteiro mais de R$ 1 trilhão e 400 bilhões?!? Ora, o que é um boi pra quem tem uma estância?!?

Ahhh, me dá um cartão corporativo do governo aí, ô Cara... Senão, não voto no teu poste preferido! Nem que a vaca tussa.

Coisa de Gente Grande

É tanto padre, tanto pastor, tanto beato pedófilo deitando, rolando, roncando e fuçando por aí que agora todo mundo já sabe: igreja já não é mais coisa pra criança.

A Terceira Orelha

Depois que, lá no Maracanã, Lula tomou na abertura dos Jogos que nunca fecharam as contas, a maior e mais retumbante vaia que um presidente da República já levou na história do Brasil, ele disse que tinha "duas orelhas: uma para as vaias; outra para os aplausos".

Para quem se acha - como já se achou numa dessas ocasiões oportunas - "um portador de deficiência por não ter um dedo mindinho", Lula bem que poderia ter nascido com mais uma orelha. Ela seria ótima para escutar as risadas que o mundo diplomático está fazendo reverberar pelo planeta Terra. E ninguém notaria a diferença.

PRÊMIO NOBEL BATE DE FRENTE COM LULA

Enquanto o presideus Luiz Inácio Lula da Dilma, mexe e remexe as cadeiras por uma delas na ONU; enquanto ele se requebra daqui pra lá na tentativa de mostrar jogo de cintura no PAC do Irânio Enriquecido, a advogada iraniana Shirin Ebadi, Prêmio Nobel da Paz, sugere que a União Europeia feche a embaixada em Teerã e suspenda a emissão de vistos para ministros iranianos.

Ebadi teve confiscada a medalha que ganhou pelo Nobel da Paz e agora não pode voltar para o seu país. O governo iraniano fechou o centro de Direitos Humanos que ela dirigia e, como represália as suas posições, sua irmã foi presa.

Ela pediu que a Europa aja de acordo com o que prega. E criticou as relações comerciais com o governo Ahmadinejad:  - Por um lado, exige-se que o Irã seja democrático e respeite os direitos humanos. Por outro, o comércio com o país de Ahmadinejad floresce – esses fatos não combinam.

A ativista Shirin Ebadi fez o apelo, em Bonn na Alemanha onde recebeu o Prêmio Internacional da Democracia. O pedido bate de frente com o fiasctóide aloprado que Lula vem protagonizando como presideus do Brasil.

- Sofro a pressão do regime atual do meu país, mas eles não podem fazer com que eu desista do meu trabalho. Esse prêmio precisa ser honrado quando se luta por direitos humanos num regime autoritário.

Lula e seus palermas de gabinete e da diplomacia ignoram Shirin Ebadi - afinal, como reverbera Marco Aurélio Sargento Garcia com todos os dentes: "O governo brasileiro fala com governos e não com dissidentes".

FARTURA DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA

Falta de mão de obra deixa vagas em aberto no País. Segundo pesquisa internacional, 64% dos empregadores não conseguem preencher postos por escassez de trabalhadores qualificados.

Ninguém precisa se preocupar com isso no Brasil. É só uma questão de tempo. Muito pouco tempo. Quando outubro chegar e Lula não conseguir eleger um poste, o empresariado poderá escolher à vontade entre os incontáveis milhares de qualificados que ocupam cargos em todos os escalões e em todas as atividades do governo Lula.

Só não caiam na asneira de realizar concurso de seleção, nem mesmo um simples teste de admissão. Peçam apenas a carterinha do partido.

Critério sobre rodas

Div/CBF
Aí está o ônibus que foi doado pela Volkswagen à seleção brasileira, indo e vindo ao Centro de Treinamento do Caju, em Curitiba. A Volks é a dona do Wolfsburg, time alemão onde, por acaso, jogam os notáveis Josué e Grafite. Se você fosse o Dunga seria capaz de convocar Ronaldinho Gaúcho e Ganso no lugar dos dois?!? Então, fique na sua. Critério é critério. E o logotipo da Volkswagen na rabeira da carroceria não deixa ninguém mentir.
À espera da chegada do ônibus da Volkswagen com a seleção brasileira, no CT do Caju, em Curitiba, o pai de santo Chic Jeitoso fez "trabalho" para proteger os convocados e os esquecidos por Dunga. Tempo e mandiga postos fora. A CBF já decidiu que antes de viajar para a África do Sul vai visitar o presideus Lula no seu Palácio, em Brasília... (foto: Bruno Freitas/UOL).

Com o Púbis na Cabeça

Ninguém gosta mais do Kaká do que a equipe do Liberdade de Expressão, mas não convocar Ronaldinho Gaúcho e Ganso para a provável "eventualidade" é, mais que uma temeridade, a profunda irresponsabilidade de quem tem a demasia do poder de pensar e agir por uma nação inteira.

Todo mundo sabe, inclusive os adversários do Brasil na Copa, que o principal craque do nosso meio de campo está com o púbis deslocado. Não, não vá pensando que é ignorância médica do blog: Kaká está com as partes pudendas na cabeça há bom tempo. É a segunda Copa que Kaká vai disputar baleado. Da outra vez não era deslocamento pubiano. Era então pelas cercanias da rótula, hoje conhecida como a digna patela - de tanto ajoelhar e rezar.
Os dois melhores jogadores brasileiros para a sua posição andaram reclamando e "dando respostas dentro de campo" para Dunga, o Teimoso desse conto de fadas. Isso, no entanto, no Brasil Da Silva não é problema algum, pois se fosse o presideus Lula não teria convocado o sacrossanto Mangabeira Unger para o seu time de apóstolos, depois que ele disse, escreveu e assinou embaixo que "o governo Lula é o mais corrupto da história do Brasil".
Depois das suas declarações de contrariedade e do púbis exaurido de Kaká, eles talvez tenham até aumentado suas chances de ir para a África do Sul. Afinal, assim como na política, o Brasil é o País do Futebol. E vice-versa, ao contrário, certamente do mesmo jeito diferente. E, ao fim e ao cabo, sabe-se lá onde fica o púbis do Dunga...