8 de mai de 2010

SACO DE GAYATOS

O MESMO DE SEMPRE - Zé Sarney recontrata mulher de aliado. Besteira, de inimigo é que ele não contraria.

GÊNESIS - Fernando Sarney é indiciado pela Polícia Federal. Quem sai aos seus, não degenera.

O DESCOBRIDOR - Arnaldo Versiani é o ministro do Tribunal Superior Eleitoral que "relata" as regras das eleições desse promissor e já prematuro outubro. Para ele - numa declaração típica de profeta do acontecido - "a campanha eleitoral já começou". Acaba de descobrir a pólvora, o ouvido da minhoca e de se quaificar como um dos mais brilhantes engenheiro de obras prontas. Ele foi um dos juizes que votaram pela aplicação da multa de R$ 10 mil a Lula, chefe dos cabos eleitorais de Dilma Rouchefe.

GAYATO - Feio que dói, Ibrahimovic negou ser gay e ainda fez uma proposta in/decente à jornalista espanhola que quis saber se ele é homossexual, por causa de um flagra de carícias trocadas entre ele e o zagueiro Gerard Piqué num estacionamento não identificado. O atacante sueco do Barcelona, se irritou e não teve dúvidas: "Venha até minha casa e vai ver se sou gay". (foto: www.marca.com).

Pronto, era o que a repórter mais queria: "Tudo bem, vou até a sua casa". Aí, Ibrahimovic subiu nas tamancas: "E traga a sua irmã".

A coisa é séria para quem curte preconceitos e até para quem os nega, mas fez lembrar aquele adesivo de automóveis que um garanhão de Campinas resolveu espalhar certa feita pelos automóveis da acolhedora cidade: "Venha conhecer Campinas. Mas traga a sua mãe!".

Logo começou a cicular pelos carros o adesivo com a resposta dos turistas ao gracioso convite: "Fui a Campinas, levei minha mãe e... não aconteceu nada!".