13 de mai de 2010

O Brasil é uma Bola

01. A convocação de Dunga acabou atraindo apenas metade do interesse do povo pela Seleção, segundo esperavam os políticos. A lista dos convocados foi tão xinfrim que a expectativa pela Copa é menor do que a curiosidade pelo bicho que vai dar nas eleições de outubro.


02. Ninguém no Brasil ficou tão feliz com Dunga quanto Maradona na Argentina pela convocação do selecionado brasileiro. Tudo que Maradona queria era não jogar contra Ronaldinho, Pato, Neymar, Ganso e outros bem mais conhecidos que Fulanos, Cicranos e Elanos.

03. Lionel Messi, o melhor jogador do mundo na atualidade estranhou a ausência de Neymar e Ganso. Mas ele não sabe nada de bola; quem sabe é o Dunga.
04. Coerência é convocar um goleiro reserva por compaixão e deixar Ronaldinho de fora por causa de um velho lençol de dez anos atrás.

05. Dunga explícito e com azia: "Se alguém aí tiver um ou dois Pelé, me tragam que ele joga até com as duas pernas quebradas". Ora, para isso Dunga não precisa de Pelés de pés quebrados; ele já tem por lá quase uma dúzia de pernas de pau.

06. Dunga e seu histérico escudeiro, Jorginmho, se equivocaram feio. Ninguém comparou ninguém com Pelé naquela coletiva tipo palestra de workshop. Quando disseram que se Dunga fosse técnico do Brasil em em 58 não convocaria Pelé, estavam apenas comparando os burros de hoje com o dorminhoco Vicente Feola de ontem.