11 de fev de 2010

PROCURA-SE ARRUDA E SEUS PANETONEIROS

O juiz Fernando Gonçalves, ministro do Superior Tribunal de Justiça decretou a prisão preventiva do governador Zé Beto Arruda e mais alguns panetoneiros. A decisão ainda precisa ser referendada pelos 15 ministros mais antigos daquela Corte. E eles estão reunidos neste momento.

No mesmo saco de gatos de Arruda estão Wellington Morais, ex-secretário de Comunicação do Governo do Distrito Federal; Haroaldo Brasil, amigo íntimo de Arruda e ex-diretor da Companhia Energética de Brasília e Rodrigo Arantes, sobrinho e secretário particular de Arruda.

Eles são acusados, com Antonio Bento, que foi preso em flagrante pela Polícia Federal quando entregava uma sacola com R$ 200 mil ao jornalista Edson Sombra, em 4 de fevereiro e mais ainda: respondem também por tentativa de coagir testemunha e produzir falsas provas.

Duvidamos e fazemos pouco que você consiga saber onde se encontram agora Zé Beto Arruda e essa pandilha de sevandijas. Vale uma caixa de fósforos. Vazia.