14 de fev de 2010

O Filho dos Ventos

01. Lula - O Filho dos Ventos, já mudou de direção outra vez. Discursa agora querendo que "o caso Arruda sirva de exemplo contra a corrupção". E falou isso, olhando na cara do povo, cercado de ministros por todos os lados.

02. Quando Lula - O Filho dos Ventos disse lá em Goiânia que ficou “chocado" com o vídeo de Arruda recebendo dinheiro. E mais ainda que é absurdo “acontecer isso no Brasil no século 21”. Muita gente pensou que o espanto e a vergonha é porque no século 21 não se admite mais roubar e não poder carregar.

03. Da última vez que esteve num camarote da Marquês de Sapucaí, mestre Lula jogou camisinhas para os foliões. Foi como se dissesse: - Façam à vontade o que eu venho fazendo como nuncasefeznessepaís. Espera-se que este ano não jogue seringas... contra a gripe suína.

04. Vem cá, agora que está vendo o sol nascer quadrado, o Arruda não vai mais "radicalizar" contra o pessoal do DEM?!?

05. Polícia Federal barrou a visita que o deputado Osório Adriano, presidente interino do DEM, queria fazer a Arruda na prisão. A alegação é que seu nome não constava na lista de visitantes de domingo ao prisioneiro.

Casualmente, a visita do cacique do Democratas, se daria logo depois que a PF apreeendeu recibos do seu partido na casa de Arruda. Qualquer semelhança com fatos ou pessoas da vida real na Corte, seria mera coincidência.

Depois de dar com a cara na porta, Adriano esquivou-se de comentar para os jornalistas a prisão de Arruda. Foi sincero e puro: "Essa parte política, prefiro não comentar. Vim visitar o meu amigo José Roberto Arruda". Só faltou dizer que foi até lá levar uma Coca-Cola para ele.

Vai ver, Adriano pensou que a "sala da diretoria" na PF era apenas um camarote carnavalesco para ver a Beija-Flor de Nilópolis desfilar com o enredo Brasília 50 Anos. Como outros do ramo, o presidente do DEM também é filho de Deus e tem todo direito de não ver nada, não saber nada, não dizer nada, não fazer nada.

06. É impressionante como um presideus desce ao ponto de trocar o cargo de mais alto mandatário do país para ser um mero cabo-eleitoral. Já está sendo chamado pelos palanques de Luiz Inácio Lula da Dilma.

07. Proposta contra candidatos de ficha suja ganha fôlego. Desse jeito, tão cedo não haverá eleição no Brasil.

08. É pouco provável a intervenção federal pretendida pelo procurador-geral Roberto Gurgel para Brasília. Mas, no Brasil Da Silva, a gente já pode até saber o que vai na barriga de uma grávida; já na cabeça dos juízes... Tudo como Dantas no quartel de Abrantes.

www.sanatoriodanoticia.blogspot.com