24 de jul de 2010

Vox Dissonantis

Mais uma vez o óbvio PTulante: pesquisa tem patrão. A goleada de Dilma de 41% a 36% sobre Serra anunciada pelo Vox Populi virou vitória do tucano contra a postulante por 37% a 36% segundo o placar do Datafolha.

A corrida pela Presidência da República nesse país tem a mesma desfaçatez dissonante da disputa pelo cargo de treinador da Seleção Brasileira: antes, não foi Felipão; ontem era Muricy; hoje é Mano Meneses; amanhã deve ser a Conceição - a que "se subiu, ninguém sabe, ninguém viu"...

Há os que vão mais longe e garantem que essas coisas de política e futebol são casos de polícia. O vaivém tem a mesma cara e andamento do Caso Mizael & Mércia que um dia foi morta pelo namorado, no outro apenas foi nadar na represa; e a mesma lengalenga de Bruno & Eliza que ontem estava morta e hoje anda lanchando num shopping da Baixada Fluminense.

Os que mandam no Brasil costumam dizer com falsa humildade e gol que "pesquisa é um retrato do momento". Pode até ser, mas o país que resta é essa imagem tremida e confusa do Brasil Da Silva que eles criaram.