6 de jul de 2010

Mínimo de R$ 2.092

Dieese: salário mínimo deveria ser de R$ 2.092, mais de quatro vezes o valor atual...


Pelos cálculos feitos com base no salário mínimo de R$ 510 bondosamente concedido pelo governo, dono da chave do cofre, o brasileiro precisaria de um salário mínimo no valor de R$ 2.092,36 para conseguir garantir suas despesas básicas.

Esse cálculo é feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, levando em conta a mão de obra ativa, aquela que supostamente ainda tem saúde no Brasil.

Imagine agora, quanto não teria que ser o salário mínimo - sem o cruel fator previdenciário - dos aposentados e pensionistas do INSS que trabalharam a vida inteira e pagaram os tubos para fornir as burras públicas do Instituto que hoje, sob as bençãos do presideus, lhes dá uma banana.

Agora em outubro, velhinhos do Brasil, ao invés de voto metam um bengala na urna.

RODAPÉ - Está lá na Constituição-Cidadã: o salário mínimo deve atender às necessidades vitais do cidadão e de sua família, como moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, sendo reajustado periodicamente para preservar o poder de compra. O que não diz é que deve ser o suficiente também para garantir a dignidade dos homens de bem.