27 de abr de 2010

HIPERTESÃO...

HIPERTESÃO - Então, se descobre que aumentou o número de hipertensos no Brasil Da Silva. Mais que os "empregos de carteira assinada". Aí, vem o ministro Zé Temporão e dá a receita: fazer sexo seguro para combater a hipertensão. Epa! O que será que Lula andava fazendo quando teve aquele piriPAC hipertensivo, no mês passado?!? Há quem diga que foi uma crise passageira de hipertesão.

O QUE MAIS - Com seus 102 anos, Oscar Niemeyer está internado no hospital com infecção urinária. Com essa idade toda, não há médico no mundo que possa encontrar nele mais alguma coisa.

ABUSO - Depois que a Igreja se desculpou e acenou com a possibilidade de indenizações pessoais, surgiram mais 40 denúncias de pedofilia na Bélgica. Agora, a banda dos coroínhas é que está abusando dos padres.

E O MST ... -Mas que coisa, não? O MST deita e rola, faz e acontece, leva dinheiro de ONGs, não presta conta, derruba laranjais, invade fazendas, ocupa prédios públicos, invade edifícios residenciais, não planta um pé de couve e Lula não fala nada sobre reforma agrária.

MAL... DA BRAHMA - Quando deu na telha do governo Lula de aumentar a legião dos ociosos, o presideus com uma simples medida provisória, seu AI-5 predileto, autorizou 10% de aumento na regalia a quem não trabalha e nem quer trabalhar. Agora, bate o pé e reclama, pede uma Malzebier da Brahma e não quer dar mais do 6,14 para os aposentados que trabalharam a vida inteira e até votaram nele.

BOLSA-CARGO - Um dos programas mais usados na República Da Silva é o Bolsa-Cargo. Hoje, na democracia brasileira, o maior trunfo de um governante é a reserva de emprego público em forma de cargo de confiança. Para se ter uma idéia, quando Zé Arruda foi flagrado com a boca no panetone, ele guardava nas suas gavetas nada mnenos de 20 mil cargos desses, para distribuir conforme a "estratégia de coalizão pela governabilidade". O novo governo dos distritais, querendo ganhar a credibilidade que não tem, anuncia que vai extinguir 9 mil dessas bocas ricas.

SEM VERGONHA - Não se conhece nenhum político, nenhum governante que tenha vergonha de usar essa bolsa-cargo como moeda de compra de partidos, candidatos adversários, cabos eleitorais de alto coturno... É o mensalão instituído que acaba sendo incluído nas contas dos "empregos com carteira assinada". E o seu diploma e os canudos de seus filhos podem ser enfiados no saco, ou trocados por uma carteirinha do partido.

BEM FEITO - Quem acabou com a carreira de candidato do Ciro Gomes foi Lula - que agora finge lamentar a maneira como o neopaulista está saindo da corrida ao Palácio e da vida política para esperar pela história. Ele empurrou goela abaixo de Ciro a única alternativa que o próprio presideus decidira para o ex-cearense: disputar o governo de São Paulo. Bem feito. Agora vai ter aturar Dilma nos cadafalsos e Mercadante nos palanques com meia dúzia de petistas relaxando e gozando.

O EFEITO MAIONESE - Ciro tem que dizer tudo o que tem pra dizer e quer dizer, agora. Amanhã, sem partido, sem mais o que fazer, suas palavras estarão sem força. A esperança dos demotucanos nesse início de campanha é que Dilma, cada vez mais, vai botar força no que diz e quer dizer. Aí, o desastre é inevitável.

INFLAÇÃO - Você já foi ao supermercado hoje? Então, bom tomate e bons ovos pra você. Está ficando cada vez mais difícil adquirir o arsenal para os comícios que vem por aí.

MAL NA FOTO - Pegou mal aquela foto de Norma Bengell que os marqueteiros enfiaram no histórico de Dilma Roucheffe. Foi a mais cafageste tentativa de encontrar um lugar para a decantada guerrilheira urbana nas páginas da luta civilizada pela democracia.

AULA - Você quer aprimorar seu português? Então escute o "Café com o Presidente" ao invés de ler o twitter de Dilma. Mil vezes o idioma de Lula do que os textículos de Marcelo Branco.

CUPULANTES - Que coisa essa Cúpula Brasil-Caribe que o governo acaba de promover... A turma veio aqui só para cupular com Lula. Do esforço conjunto saiu a declaração de lulática de que tudo que não foi feito seria em prol de uma "ordem internacional mais justa". Pronto! O mundo tem jeito.