28 de abr de 2010

A FONTE DA AMIZADE

Foto: Reuters
A segurança do senador paraguaio Robert Acevedo, estava comendo mosca quando foi alvo de um ataque na segunda-feira. O político que andou metendo a mão com o tráfico de drogas - já que com o resto do contrabando ninguém se mete - deve ter alta ainda nesta quarta-feira do hospital em Pedro Juan Caballero, na fronteira do Brasil com o Paraguai. O carro de Acevedo do levou mais de 40 balaços nesta segunda-feira. Quem pagou o pato foram o seu motorista e o seu segurança particular. O senador pelo Partido Liberal foi atingido por duas balas. nenhuma delas era de hortelã. Acevedo agora está apelidando as Farc de PCC e assim, logo os amigos da corrente majoritária estarão fora disso tudo e a culpa vai ser dos aloprados Marcola e Fernandinho Beira-Mar. Vindo de onde vem, até a notícia pode ser falsa. O trânsito na Ponte da Amizade, continua o mesmo. E a fiscalização, também.