10 de jun de 2010

Reforma Política à Brasileira

O jornal Estado de S. Paulo promoveu amplo e bem intencionado debate sobre a Reforma Política no Brasil. Cientistas sociais e políticos de todo tipo e feitio estiveram por lá e dissertaram sobre o tema com toda seriedade e propriedade que se esperava.

Nenhum deles falou o óbvio uLulante: basta o eleitor não votar nos candidatos do PMDB em outubro, para acabar com o maior partido de prontidão nos governos brasileiros. Com o PMDB pequeno, o PT encolhe; os dois viram nanicos; aí, demos e tucanos crescem e o Brasil vai pro espaço. É por lá que essa triste terra de ninguém vai encontrar Lula de novo, pronto para prometer que vai botar os pés no chão em 2014. Isso é que é reforma.