18 de jun de 2010

Postulante diz e desdiz

Sabe-se lá fazendo o quê em Bruxelas, Dilma Roucheffe deu um chega pra lá em tudo que pudesse parecer contato de qualquer grau dela e do PT com o esquema de espionagem contra o tucano Zé Serra. Ela foi dura e de pouca ternura:
— O jornalista Lanzetta não é do PT. Nós contratamos uma empresa. Ela tem responsabilidade jurídica por ela. O que ela faz é responsabilidade dela. O PT não autoriza, não contratou e não tem nenhum dos seus militantes em contato.

Como assim?!? Uma postulante à Presidência da República Federativa do Brasil e seu partido contratam uma empresa, pagam a essa empresa e não querem nem saber o que é que essa empresa está fazendo?

Como assim?!? A postulante e o seu partido não fazem concorrência, ou sequer se informam se a prestadora de serviços tem ficha limpa?

Como assim?!? A postulante e seu partido não perguntam nem mesmo qual é o programa, o roteiro ou o script da atuação dessa empresa?

A postulante e o PT contrataram a Lanza para quê? Pelo visto, a resposta é simples: Dilma e o PT contrataram a empresa de Lanzetta para não fazer absolutamente nada. O resto é picadura de tucano. Simples assim.

PERNA CURTA

Ainda lá em Bruxelas viajando antes mesmo de saber se vai subir a rampa - tenta desde já bater o recorde turístico de Lula - respondendo sobre se Lanzetta estaria falando em nome do PT, ela disse e se desdisse na mesma hora, com firme convicção:

— Não, não estavam falando em nome do PT, e nós já dissemos isso todas as vezes em que nos perguntaram. Não estavam contratados por nós, não falavam em nosso nome, não têm autorização para falar no nosso nome. O PT não pode se responsabilizar pelo que faz uma empresa. Nós contratamos o serviço da empresa. Aliás, é bom que se diga: eles não prestaram serviços só para nós.

Como assim?!? "Não estavam contratados por nós"... "Nós contratamos o serviço"... "Eles não prestaram serviços só para nós"...

Nuncanahistoriadessepaís uma postulante ao Palácio foi tão clara e tão explícita: o dossiê "não existe" mesmo!