8 de jun de 2010

Os mesmos de sempre

Pegaram de novo o PT com a boca na botija. Agora ele ficou brabo e quer que Zé Serra prove onde socaram mais um dossiê que "não existe". Como já encontraram o cristo para essa nova versão daquele dossiê dos aloprados e do outro que, nas mãos de Erenice virou banco de dados, o caso está encerrado. E Dilma Dossiêff sai como a grande crucificada. Em outubro não será eleita, será canonizada.

Os petistas que hoje negam o dossiê que Zé Serra atribui a Dilma e manda jogar na "lata de lixo da história" - o dossiê, não a Dossiêff - são os mesmos que negaram o dossiê de Mercadante, o de Berzoini e aquele da Casa Civil contra Ruth Cardoso. Em assim sendo, enquanto PT, tá tudo dominado, companheiros.

Assim como na política, no futebol brasileiro os odores e humores, são os de sempre. Agora, a escolha do logotipo da Copa de 2014 tem cheiro de maracutaia. Dez grandes agências que foram chamadas para a fase inicial do processo de criação da marca da Copa  no Brasil, estão se queixando de que foram escanteadas na hora da escolha.

Se você pensa que se trata apenas de um desenho, está redondamente enganado. Mais redondo que a jabulani essa da África do Sul. É um jogo de boa grana. E a escolha foi no chute. Os escritórios defenestrados batem pé e reclamam que a arte final foi criada por uma agência de publicidade já ligada á CBF e à Fifa.

Querem porque querem maior transparência na escolha que só será consagrada no dia do seu lançamento oficial. O evento está previsto para 8 de julho, lá na África, com a presença do presideus Lula Da Silva.

E esta é a única parte boa da história: Lula vai estar na África só bem depois que a Copa já terminou. Não há notícias de que ele esteja por lá durante a competição que começa agora. A torcida brasileira, penhorada, agradece.

Dê uma olhadinha aí no objeto de desejo em tela e veja como estão metendo a mão na Copa. (Imagem/Reprodução do iG)