24 de jun de 2010

Itália aborta o penta e sai de jabulani murcha

Jabulani murcha

A itália saiu com a jabulani murcha embaixo do braço. Deixou essa Copa na África e nem sabe direito se perdeu de 3 a 2 para a Eslováquia ou para a Axila. A Itália, como a Espanha, tem um ótimo campeonato internacional e uma medíocre seleção nacional. Sem os estrangeiros, não passa de um reles arremedo do selecionado de Dunga sem Ronaldinho, Neymar, Pato e Ganso.

Revolução de Veludo
Não é nada, não é nada, a Itália perdeu para a metade da Tcheco/slováquia. Levou uma bratslavada da turma da República que não que não era muito chegada à Tcheca. Esse fracasso foi graças ao gosto que os eslovaquianos pegaram por sua "revolução de veludo". O placar de 3 a 2 foi assim como um tapa sem luva. Não é nada, não é nada, a Itália perdeu para uma equipe que era só 50% da Tchecoslováquia. Justamente a parte que podia escalar jogadores eslovacos, húngaros, poloneses, romenos e ucranianos. E logo aquela metade que sabia jogar futebol.

Abortaram o Penta
Não dá para torcer pelo time de Dunga. Torcer pelo Brasil é outra coisa. O aborto da Itália, afastou o fantasma do penta deles uma vez mais. Fica para 2014, no Rio de Janeiro. Mas aí nem vai ser Copa do Mundo; é a Copa da Cartolagem. De qualquer forma, por enquanto, ah que delícia de aborto!

Nada a perder
Contra Portugal, Dunga só tem a ganhar: 1) Se perder é jogo por rapadura, "melhor perder agora, já classificado, do que no mata-mata" - dirá o padroeiro de Jorginho; 2) se ganhar esfregará na cara dos repórteres mais um de seus desabafos: "taí ó, fizemos mais que a obrigação. Falem agora, falem"; se empatar, será simpático e cordial como só ele e, à moda Lula - aquele se chama de Dilma botará a culpa nos outros: "vocês só fazem gol no papel; porque não entraram lá e não acabaram com o jogo?!?". E assim, carregando esse fardo, lá vai a Seleção de Dunga, vivinha da Silva, para matar o seu primeiro leão nessa Copa da África.

Mapa da mina
Se o time de Dunga & Seus Jorginhos ganhar de Portugal, a Costa do Marfim pode tocar uma goleada de 8 a 0 na Coréia do Norte. Basta seus atacantes descobrirem a mina do rei Salomão: o goleiro deles joga com os olhos fechadinhos, fechadinhos... Um detalhe de somenos que os dungosos não perceberam na estréia da Copa.

Paraguai Legítimo
O Paraguai e Nova Zelândia saíram de campo do mesmo jeito que entraram. Zero a zero. Dessa vez o Paraguai não deixou nem falsa impressão. Ficou em primeiro lugar no seu grupo. Agora vai para o tudo ou nada contra a Dinamarca ou o Japão. Sua pretensão de vitória é legítima.