26 de ago de 2010

TAROT

Quem não vota nem a pau em Dilma seria bem capaz de votar em Zé Serra, se ele próprio demonstrasse apetite pelo cargo de presidente da República que ele se meteu a disputar. Serra, porém, não mostra fome nem sede para sentar à mesa dos arcanos e ainda deixa o grande apostador dar as cartas e jogar de mão. O triunfo só tem chance de ser alcançado quando Índio deixar de ser oculto.

DISPUTA
Atentado no Iraque matou 60 pessoas, ontem. Desse jeito vai acabar se igualando aos índices de mortalidade por bala perdida no Rio de Janeiro.

A ESTRATÉGIA
Alguém precisa explicar a estratégia de combate ao crime adotada pelo governo carioca. O combate é contra as facções CV - Comando Vermelho e TC - terceiro Comando. Enquanto isso, a ADA - Amigo dos Amigos, relaxa e goza nos morros da Rocinha e Vidigal. Vai ver que estão clonando a tática de Lula, a chamada "estratégia de coalizão pela governabiolidade".

A DIFERENÇA
Não se conhece no nenhum instituto de pesquisa de opinião que tenha errado em qualquer eleição da história do Brasil. Então, se um levantamento indica que Dilma está livrando 20 pontos de vantagem sobre Serra. Pode crer, é verdade. Claro, com dois pra lá, dois pra cá - que um pé na frente e outro atrás não deixa ninguém capenga. Quem está fazendo mesmo a diferença é Zé Serra que só pensa naquilo: um dia vai ser ministro da Saúde outra vez.

O CÉU É AQUI
Um dos cinco países do mundo no ranking da baixa educação e da altíssima violência urbana, o Brasil já está sendo considerado nos foruns internacionais como um paraíso de bandidos e de burros.

ELES DÃO RISADA
Não há nenhum, poster, nenhum banner, nenhum cartaz, nenhum panfleto de propaganda política por esse Brasil afora, em que o candidato não esteja rindo na foto. Faz sentido, político não é sério.