2 de nov de 2010

FICÇÃO - Dona Flor já levou a primeira espinafrada de um dos dois maridos. O mordomo de filme de vampiro vai coordenar a equipe de transição. Na segunda-feira o filme começa a ser rodado. Aguarda-se no set de filmagem o Bafo de Onça que vai interpretar a múmia de oito anos atrás que tem saudade de 2014. O enredo é de pura ficção.


AVISEM LÁ - O Site da Record, sob as bençãos do autoabençoado bispo Macedo, descobriu a pólvora: Dilma seria eleita sem o Nordeste. Deveriam avisar isso aos mineiros de Aécio Neves que juraram não votar em paulista pro resto da vida.

CONDOLÊNCIAS - Enquanto já se arrepende da maldade que fez ao Brasil nessa eleição, Lula amarga o seu grande fracasso internacional: o Irã deve matar amanhã a pedradas Sakineh Ashtiani a mulher que traiu o marido morto e a quem o presideus brasileiro ofereceu guarida. O mundo e a ONU mal podem esperar a carta de condolências que o governo Lula vai mandar para aplacar a dor do companheiro Mahmoud Ahmadinejad.

IGUALZINHA - Essa vem de Genebra e está no Estadão: Dissidentes cubanos pedem que a presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, modifique a forma pela qual o governo brasileiro tem lidado com o regime de Raul Castro e pressionam para que a questão dos direitos humanos entre no circuito Brasília e Havana.

"Não queremos nada de extraordinário. Apenas que a nova presidente do Brasil defenda ao povo cubano as mesmas liberdade que ela defenderia para sua própria população", disse Dagoberto Valdés, um dos dissidentes ainda mantido em liberdade em Cuba. Mal sabem eles que Dilma está mais preocupada em descobrir o que fazer com Franklin Martins que ainda não pediu o chapéu e se mandou. Dilma, até agora nesse caso é o Lula sem tirar nem pôr: não recebeu nada, não viu nada, não vai fazer nada.

Foto: R. Stuckert/PR
Isso aí que vocês estão vendo é o mais próximo que, para sair numa foto sem ter urticária, Lula se permite chegar de Michel Temer. O sorriso é de pura azia.