11 de nov de 2010

COMPADRIO
A República dos Calamares está saindo de cena para que entre a República Tiririca. Tanto para uma quanto para outra, CPMF e Censura são irmãs gemeas. Estão no mesmo berço. Só falta saber agora com que nome serão registradas em cartório. Lula é pai, Dilma é mãe, Franklin Martins, Guido Mantega, padrinho do novo imposto que nasce e Franklin, o Tesourão, padrinho da caça às bruxas. essa famiglia vai longe.

ENEM
Lula professorou lá em Maputo: "Se for preciso faremos uma, duas provas. Mas o Enem será continuará a ser fortalecido". Quem foi que disse que o Enem não é uma boa idéia?!? Só precisa ser realizado por gente competente. Haddad é repetente e Lula não pode ser revisor.

UM MIMO DE AEROPORTO
Se você não estava entendendo mais essa viagem de Lula à África, fica sabendo agora: ele foi a Moçambique dar um aeroporto de presente aos moçambiquenhos. A farra custou, por enquanto, U$ 18 milhões ao BNDES. Para aeroportos brasileiros e salário dos aposentados, o Brasil da Silva não tem dinheiro.

ORA, BOLAS!
Impasse judicial do Enem 'congela' 48 mil vagas de 36 universidades. É o efeito Haddad na Educação. E usando o futebol como metáfora, Lula ainda acha que tira essa de letra.

Aqui, um trecho do texto de Augusto Nunes no blog da Veja:
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/

"O presidente Lula alega que não há como melhorar a saúde dos brasileiros sem os R$ 40 bilhões anuais da CPMF. Falta o dinheiro que sempre aparece quando um amigo do governo precisa. Para tirar da UTI o banco Panamericano, por exemplo, o animador de palanque ajudou o animador de auditório Sílvio Santos a conseguir um empréstimo de bom tamanho: R$ 2,5 bilhões. São 4,9 milhões de salários mínimos.Tal quantia teria permitido ao Pai dos Pobres a construção de 41.667 mil casas populares, ou a distribuição de 12,5 milhões de bolsas-família". Mas Lula está em Maputo. Lá, ele só deu um aeroporto para os companheiros africanos...